Algarve tem apenas um psiquiatra da infância e adolescência no SNS

Algarve tem apenas um psiquiatra da infância e adolescência no SNS

O Algarve tem apenas um psiquiatra da infância e adolescência no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e no Alentejo existem só dois

Segundo um relatório do Conselho Nacional de Saúde, o número de psiquiatras aumentou globalmente no SNS nos últimos quatro anos, mas ainda há muitas desigualdades geográficas, tanto na psiquiatria de adultos como na da infância e adolescência.

ob o título “Sem Mais Tempo a Perder”, o documento sobre saúde mental aponta para uma concentração de especialistas em psiquiatria na faixa litoral entre Lisboa e Porto e destaca que há ainda “maior escassez” no SNS de outros profissionais de saúde mental, como psicólogos, terapeutas e técnicos de serviço social.