AR aprova projetos contra o racismo. Chega é único a votar contra

AR aprova projetos contra o racismo. Chega é único a votar contra

A Assembleia da República aprovou hoje três projetos de resolução de PS, BE e da deputada Joacine Katar Moreira, que recomendavam a adoção de medidas de combate ao racismo, documentos que contaram com o voto contra do Chega.

Entre as 12 recomendações apresentadas pelo PS na resolução, inclui-se um aprofundamento dos “projetos de policiamento de proximidade com os jovens e as comunidades dos bairros periféricos das Áreas Metropolitanas que levem ao aumento de confiança entre comunidade e forças de segurança”.

O BE pede uma “Estratégia Nacional de Combate ao Racismo” que “tenha por base um estudo nacional, de natureza abrangente e transversal, sobre as desigualdades resultantes de discriminação étnico-racial”.

O projeto de resolução da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira insta o Governo a desenvolver, “com caráter de urgência, à criação de uma Campanha Nacional Antirracista nos media”, que seja “estendida às escolas e universidades, aos serviços públicos e junto das forças de segurança”.

O deputado do Chega, André Ventura, justificou o voto contra alegando que as campanhas propostas são “ideologicamente enviesadas” alegando que “os portugueses não são maioritariamente racistas e a generalidade destes projetos partem desse pressuposto implícito errado”.