Aspirante a bombeiro suspeito de 11 fogos em São Brás de Alportel sujeito a Termo de Identidade e Residência

Aspirante a bombeiro suspeito de 11 fogos em São Brás de Alportel sujeito a Termo de Identidade e Residência

O suspeito da autoria de 11 fogos florestais em São Brás de Alportel, no Algarve, vai ficar sujeito a Termo de Identidade e Residência.

A Polícia Judiciária deteve um homem, candidato a bombeiro, suspeito de ter sido o autor intencional de 11 ignições em São Brás de Alportel, entre os meses de março e setembro. Em comunicado, a PJ alegou existirem “fortes indícios” que indicavam o homem, de 23 anos e candidato a bombeiro, como o suspeito de ter provocado 11 incêndios florestais em São Brás de Alportel, “por ignição direta, em áreas arborizadas”.

Na ocasião, os fogos só “não atingiram maiores proporções” devido à “rápida intervenção dos bombeiros com meios aéreos e terrestres”.

“O suspeito, que chegou a exercer funções de bombeiro voluntário, vindo a reprovar em provas de acesso, exibia-se nas redes sociais completamente fardado com a indumentária de bombeiro. O suspeito é cozinheiro, natural de Faro e não possui antecedentes criminais.