Campanha no Algarve mostra impacto do plástico nas aves e meio ambiente 

Campanha no Algarve mostra impacto do plástico nas aves e meio ambiente 

A sensibilização para o impacto do plástico no ambiente é o objetivo de uma campanha que a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) vai lançar no Algarve, em parceria com a universidade, disse fonte da organização.

Sandra Rodrigues, da DECO Algarve, explicou à Lusa que a campanha “Plástico à vista! Livre-se dessa espécie” visa mostrar que este “não é um problema distante” e que “já afeta os ecossistemas da região”, conforme comprovam estudos realizados pelo Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve.

“Efetivamente o plástico já está a entrar na nossa cadeia alimentar e já existe um impacto negativo medível na costa do Algarve”, lamentou aquela responsável, apontando estudos realizados pelo RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, com sede em Olhão, e do próprio CCMAR.

Um estudo do RIAS mostra que 43,4 % das aves estudadas tinham ingerido plástico, sendo que as aves mais afetadas são as gaivotas e cegonhas, que em média têm quatro gramas de plástico nos seus estômagos, exemplificou Sandra Rodrigues.