Cerca de quatro mil migrantes conseguiram desembarcar nas Canárias desde janeiro

Cerca de quatro mil migrantes conseguiram desembarcar nas Canárias desde janeiro

Desde janeiro, cerca de quatro mil migrantes conseguiram desembarcar nas Canárias, em Espanha mas 250 migrantes morreram ou desapareceram durante a travessia.

A estimativa é avançada pela Organização Internacional para as Migrações (OIM).

O organismo, citado pela agência Associated Press, lembra que a travessia entre a costa ocidental africana e o arquipélago espanhol é uma das rotas “mais perigosas” que os migrantes enfrentam em busca de melhores condições de vida.

O número de pessoas que tentam chegar às Canárias aumentou depois de a União Europeia e Marrocos terem implementado medidas para impedir os migrantes de atingirem a costa da Andaluzia, sul de Espanha, em 2019.