Chamadas falsas tentam recolher dados pessoais

Chamadas falsas tentam recolher dados pessoais

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve alertou para chamadas telefónicas fraudulentas com o intuito de recolher dados pessoais para falsos rastreios do cancro da mama.

Em comunicado, a ARS/Algarve adianta que a pessoa que contacta as utentes intitula-se como médica e responsável pelo programa de rastreio, pedindo dados pessoais “que nada têm a ver” com o Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve. A situação já está a ser encaminhada para as autoridades competentes.

O Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve começou em setembro de 2005 e percorre todos os concelhos da região. Atualmente, “já na sétima volta”, convoca todas as mulheres entre os 50 e os 69 anos inscritas nos centros de saúde da região, primeiro por carta, sendo que o contacto telefónico apenas é usado para reforçar a marcação e nunca para pedir dados pessoais.

 

Ana Marisa Vieira