Há alunos no Algarve que continuam sem professores no 2.º período

Há alunos no Algarve que continuam sem professores no 2.º período

Os dados constam de um estudo realizado pelo blogue do professor Arlindo Ferreira, especialista em Estatísticas da Educação

De acordo com o estudo, o segundo período de aulas volta a ser problemático pela recusa dos professores em dar aulas em Silves, Portimão, Loulé e FaroO estudo apresenta os concelhos com mais contratações de escola e com horários superiores a oito horas, ou seja, colocações que já tinham sido recusadas duas vezes. As escolas com mais dificuldade em contratar professores, a nível nacional, são as de Olhão, Seixal e Silves, onde a taxa de não aceitação foi superior a 20%. 

A dificuldade em contratar professores para as escolas do Algarve é um problema conhecido pelo Ministério da Educação que já anunciou estar a estudar formas de conseguir incentivar os docentes a aceitar estas vagas. 

Os baixos salários e as altas rendas das casas têm sido apontadas como as principais razões para recusar as vagas abertas nas escolas.