Marinha reforça vigilância no Algarve

Marinha reforça vigilância no Algarve

A Marinha reforçou a vigilância na costa sul do país com uma lancha de fiscalização rápida e com uma corveta tendo em conta os recentes episódios de entrada de migrantes em Portugal.

Em comunicado, a Marinha explica que “este reforço na Zona Marítima do Sul tem como objetivo aumentar a capacidade de deteção, localização, identificação e de reação atempada, tendo sempre em vista a preservação da segurança marítima e a salvaguarda da vida humana no mar”.

Está “ainda em análise o reforço de meios de vigilância marítima conjuntamente com a Autoridade Marítima Nacional”.

Quanto à existência de uma nova rota de imigração com destino ao Algarve, a Marinha não se pronuncia.

Contudo, num colóquio parlamentar, no início de julho, o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, almirante Silva Ribeiro, alertou para os desafios e problemas colocados pelas “migrações irregulares para a Europa, onde não será de negligenciar o possível surgimento de uma nova rota de Marrocos com o Algarve”.