Óscares 2020 enfrentam críticas por falta de diversidade

Óscares 2020 enfrentam críticas por falta de diversidade

As indicações aos Óscares deste ano foram anunciadas, com “Joker” a liderar o grupo com 11 nomeações. O controverso filme é seguido por “O Irlandês”, “Era uma vez… em Hollywood” e “1917”, com 10 nomeações cada.

 

No entanto, é provável que os Óscares recebam críticas por falta de diversidade na categoria de Melhor Ator e Melhor Diretor.

 

Na categoria realizador, Bong enfrentará Martin Scorsese com “O Irlandês”, Todd Phillips com “Joker”, Sam Mendes com “1917” e Quentin Tarantino com “Era uma vez… Em Hollywood”. É a nona vez que Scorsese é indicado para a categoria de melhor realizador.

 

Nenhuma mulher foi selecionada esta categoria, um facto destacado pela atriz Issa Rae, que apresentou os indicados ao lado de John Cho, com o elogio apontado: “Parabéns a estes homens”. É a 87ª vez, nos 92 anos de história dos prémios, que tal acontece. Apenas Kathryn Bigelow ganhou com “The Hurt Locker”, em 2010.