PCP Algarve defende “mudança profunda de opções” no Algarve

PCP Algarve defende “mudança profunda de opções” no Algarve

O PCP defende uma “mudança profunda de opções” na política a seguir no Algarve para reduzir a dependência da “monoatividade do turismo” e de um “número restrito de mercados, como o inglês”.

O secretariado da Direção da Organização Regional do Algarve (DORAL) do PCP considerou que é necessária a “adoção de medidas urgentes e opções que garantam a sustentabilidade e futuro da região”.

A diversificação dos mercados internacionais deve também ser acompanhada, segundo a direção do PCP no Algarve, de uma “aposta no mercado interno no turismo nacional”, que é “inseparável de uma política que valorize os salários e as reformas, que aumente o poder de compra” e contribua para “o desenvolvimento económico e social” do país.