Pescadores do Norte recusam que estão a esgotar a quota de biqueirão

Pescadores do Norte recusam que estão a esgotar a quota de biqueirão

Os pescadores do Norte do país recusam que estão a esgotar a quota de biqueirão e consideram que as acusações feitas pelos pescadores do Algarve “não têm fundamento”. 

A reação surge na sequência da afirmação de Mário Galhardo, presidente da cooperativa de pescadores do Algarve (Barlapescas), que apontou que “a Norte andaram a apanhar quantidade [de biqueirão] a mais”, e que tal condicionou a gestão da quota no resto do país.

Já Agostinho Mata, presidente da Propeixe – Cooperativa de Produtores de Peixe do Norte, apela “a uma união de todos os pescadores” para mostrar à tutela que a quota, de cerca de quatro mil toneladas, que já foi esgotada, “tem de ser revista”.