Prisão preventiva para homem suspeito de rapto e violação no Algarve 

Prisão preventiva para homem suspeito de rapto e violação no Algarve 

O tribunal ordenou a medida de coação mais gravosa para o homem detido na terça-feira por suspeita de ter praticado vários crimes no Algarve, entre os quais rapto, violação e furto.

De acordo com a Procuradoria da República da Comarca de Faro, o homem de 35 anos, residente no Algarve, é o alegado autor “de dois crimes de rapto agravado, seis crimes de violação, dois crimes de ameaça agravada, dois crimes de ofensa à integridade física qualificada e dois crimes de furto”, ocorridos em abril e maio de 2019. 

Segundo o MP, existem suspeitas de que o homem terá obrigado duas mulheres, “que conheceu em bares”, a manterem relações sexuais consigo depois de as ter “agredido e ameaçado repetidamente”.