Roubo de alfarroba quase quadruplicou este ano no Algarve

Roubo de alfarroba quase quadruplicou este ano no Algarve

A quantidade de alfarroba furtada e apreendida este ano no Algarve quadruplicou para 5,4 toneladas, face a 2019, quando foram recuperadas 1,23 toneladas do fruto, indicam dados revelados à Lusa pelo comando de Faro da GNR.

O valor comercial deste fruto, com cotações entre 0,60 e 0,80 euros por quilograma, faz com que seja um dos principais alvos de furtos em propriedades agrícolas da região – a par do abacate e da laranja.

A semente do fruto da alfarrobeira é utilizada em várias indústrias, como a farmacêutica, a cosmética ou a alimentar – como aditivo para pudins, papas de bebé e estabilizantes de gelados -, e também para a indústria têxtil.