Zoomarine devolve duas tartarugas à vida selvagem

Zoomarine devolve duas tartarugas à vida selvagem

O parque aquático Zoomarine devolve à vida selvagem, no dia 20 de julho, duas tartarugas marinhas que se encontravam em reabilitação naquele recinto de Albufeira, no Algarve, anunciou hoje a direção do parque.

Depois de períodos de reabilitação ou aclimatação que variaram entre poucas semanas e vários meses, no Porto d’Abrigo do Zoomarine, os répteis quelónios Querubim (tartaruga comum, Careta careta) e Quibi (tartaruga-verde, Chelonia mydas) vão ser devolvidos ao mar ao largo da costa algarvia.

A libertação dos animais terá lugar a cerca de 10 milhas náuticas (cerca de 20 quilómetros) a Sul de Portimão, de modo a que fiquem distanciadas das redes de pesca costeira e de arrasto.

Segundo o parque, os espécimes regressarão ao mar com um ‘microchip’ – semelhante aos colocados nos cães e gatos -, mas não serão anilhados devido ao seu reduzido tamanho, com pesos de 6,8 e 2,5 quilogramas.

A operação vai ser coordenada pelos biólogos marinhos do parque aquático algarvio, com a colaboração da comunidade regional de pescadores, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da Autoridade Marítima e da Marinha Portuguesa.